Top 10 tubarões mais perigosos do mundo

São pouco os animais que causam tanto medo como os tubarões. Ao contrario que muito dos filmes Hollywood tenham mostrado por ai, os tubarões não são criaturas maléficas que gostam de matar por diversão ou bichos mega famintos que se alimentam de carne humana.

Em cerca de 400 espécies apenas uma minoria representa algum perigo para seres humanos. Apesar de algumas espécies atacarem habitualmente as pessoas como: o tubarão branco, o tigre e o cabeça-chata. As outras espécies ainda precisam de ser provocadas para atacarem. O Brasil é o quarto pais com maior números de ataques no mundo, sendo maioria desses ataques ocorreram nas costa das praias da Grande Recife. Segue-se a lista dos 10 tubarões mais ferozes do oceanos.

10. Tubarão-martelo
tubarão-martelo

O tubarão-martelo é um gênero de tubarão, caraterísticos pelas projeções existentes em ambos os lados da cabeça, onde localizamos os olhos e as narinas. É um predador agressivo que consome peixes, cefalópodes, raias e outros tubarões. Podem ser encontrados em áreas temperadas e quentes de todos os oceanos em zonas de plataformas continentais.

Normalmente se deslocam em cardumes que podem chegar a 100 exemplares. Os martelos são frequentemente pescados, principalmente na Ásia oriental onde suas barbatanas constituem um manjar muito apreciado por estes povos, mas Infelizmente o seu número está diminuído.

9. Tubarão-limão
tubarão-limão

O tubarão-limão pode ser encontrado principalmente nas regiões tropicais e subtropicais da costa da América do Norte e da América do Sul no oceano Atlântico, sendo encontrado desde o nordeste dos EUA até o Brasil passando pelo Caribe e Golfo do México. Também pode ser encontrado na baixa da Califórnia, Golfo da Califórnia e Equador, bem como em algumas ilhas do oceano Pacífico.

Eles normalmente vivem em regiões costeiras em águas de profundidade moderada com areia. Embora essa espécie não costuma ser agressiva, em 2016, em Fernando de Noronha, um homem estava tomando banho no mar quando, colidiu com um tubarão-limão e foi mordido na perna.

8. Tubarão-azul
tubarão-azul

É uma espécie de tubarão da família carcharhinidade, conhecido pelo nome comum de tubarão-azul, que podem ser encontrado em zonas profundas dos oceanos em água temperadas e tropicais. Sendo conhecido como uma das espécies de tubarão com maior capacidade de migração. Foi monitorado um perto das águas de Nova Yorque e foi recapturado perto da costa do Brasil.

Como sendo um tubarão oceânico, tem caráter oportunista. Esses tubarões tem hábito de formar pequenos grupos para migrações, seu tamanho pode chegar a 4 m e 240 kg. Mas normalmente não passa dos 2,5 m e 70 kg. Em 2015 um cinegrafista subaquático quase perdeu o braço enquanto tentava filmar um tubarão raro na Flórida, EUA. Quando foi atacado por um tubarão-azul.

7. Tubarão-mangona
tubarão-mangona

Tubarão-mangona ou tubarão-cinza como são conhecidos no litoral de São Paulo, essa espécie pode chegar a atingir 3,9 m de comprimento. Os macho são normalmente menores que as fêmeas alimenta-se de peixe, raias, caranguejos, lagostas, polvos e lulas. Os seus dentes são bem afiados e visíveis dando lhes um aspecto ameaçador, mas poucos ataques dessa espécie foram registados aos seres humanos.

Geralmente são muito tímidos e são menos agressivos que outros da sua espécie, só atacam se sentirem ameaçados. Também em 2016, na praia de Balneário Camboriú, no Litoral Norte, um homem de 41 anos foi mordido na cabeça por um tubarão-mangona.

6. Tubarão-cinzento-dos-recifes
tubarão-cinzento-dos-recifes

Esse grande predador dos oceanos, é uma espécie de tubarão do gênero carcharhinus, que é potencialmente perigoso para os humanos. Alimenta-se exclusivamente de peixe, molusco artrópodes. É mais comum no oceano Índico, e no Pacífico central, vivem em zonas costeiras, juntos a recifes ou perto de área que fazem fronteiras com plataformas continentais. Pode chegar a medir até 250 cm, sendo a maturação dos machos é quando atingem 130 cm e as fêmeas quando atingem 120 cm.

5. Tubarão-anequim
tubarão-anequim

Tubarão-anequim ou tubarão-mako é um tubarão encontrado em mares tropicais e temperados, usualmente temperadas acima 16 graus Celsius. Pode chegar até 4,3 metros de comprimento e pesar 580 kg, possui uma cor metálica. É considerado o tubarão mais rápido existente, sendo um excelente nadador chegando a 88 km/h em curtas distâncias. Em Rio Grande Sul, no fim do ano de 2016, um pescador de 32 anos, morreu após ser mordido por um tubarão dessa espécie.

4. Tubarão-gralha-branca
tubarão-grelha-branca

É uma espécie de tubarão, que vivem zonas tropicais de águas quentes. Podem chegar a atingir 4 metros e pesar até 168 quilos. É uma das três espécies mais abundantes nos oceanos. Também é uma das espécie que mais atacam os seres humanos por engano. São relativamente corpulentos, seu focinho é curto e arredondado. Normalmente é solitário, visto em grupos somente quando há abundância de oferta alimentar.

Em geral medem 2,5 m e pesam 70 kg, os filhotes nascem com aproximadamente 60 a 65 cm. O ataque mais famoso da história por essa espécie, foi durante a segunda guerra mundial quando o barco Nova Escócia foi torpedeado por um submarino alemão e afundou na costa da África do Sul. Dos aproximadamente mil homens a bordo, apenas 192 sobreviveu, onde instalou-se um frenesi alimentar no local por parte dos tubarões de galha-branca, devorando as vítimas.

3. Tubarão-tigre
tubarão-tigre

O tubarão tigre é um tubarão da família dos carcharrinídeos de águas tropicais e subtropicais encontrado em diferentes ambientes e comum no Nordeste do Brasil. Chegando a medir até 6 m de comprimento, possuindo corpo robusto, cabeça larga e achatada, focinho curto e arredondado.

Seus dentes possuem a forma triangular de um abridor de latas, o que permite cortar ossos, carne e até casco de tartarugas com maior facilidade. É agressivo, porém é um tubarão que possui grande curiosidade por mergulhadores, quase nunca os atacando. Só perde para o tubarão tigre e cabeça-chata no que toca a fatalidade humanas. Em 2015, um turista, perdeu a mão e antebraço, quando foi atacado por um tubarão-tigre em Fernando de Noronha.

2. Tubarão-branco
tubarão-branco

Conhecido pelo nome comum de tubarão-branco essa espécie, é uma espécie de tubarão lamniforme. Sendo o peixe predador de maior dimensão existente na atualidade. Eles podem atingir até 7,51 m de comprimento e pesar 2,5 toneladas. Vivem nas águas costeiras de todos os oceanos, desde que haja populações adequadas de suas presas. Os que mais sofrem ataques desse tubarões são os surfistas. Em 2015, Na Austrália um surfista foi gravemente ferido por um tubarão-branco, mas consegui espanta-lo e chegar a margem.

1. Tubarão cabeça-chata
tubarão-cabeça-chata

É um tubarão que pode viver em tanto água salgada como em doce. Pode medir entre 2,1 a 3,5 metros de comprimento. Seus dentes possuem forma triangular, sendo os de mandíbula inferior parecem pregos, que ajudam a segurar a presa, enquanto os dentes superiores, serrilhados, rasgam a carne, é por isso quem causam grandes estragos em pessoas quando atacadas.

São encontrados perto das costa das praias, mas podem viver em rios e lagos. É fato conhecido que são capazes de subir o rio Amazonas até Manaus. Vivem em numa profundidade de 30 metros, ou até menos de um metro, e são encontrados no Brasil, principalmente em Recife, onde já foram responsáveis por diversos ataques na praia da Boa Viagem.

COMPARTILHAR